Produção orgânica e agricultura são apresentados em congresso de iniciação científica

Produção orgânica e agricultura é o tema do14º Congresso de Iniciação Científica em Ciências Agrárias, Biológicas e Ambientais, de 13 a 15 de setembro, no Instituto Biológico de São Paulo, em parceria com a Arysta life science, Insuforte, Abjica, Jica, Conselho Regional de Medicina Veterinária (CRMVSP).

Conforme os organizadores, o objetivo é promover o conhecimento, a troca de experiências e o despertar de novas vocações em estudantes de graduação e pós-graduação, pesquisadores, professores universitários, profissionais e interessados nas áreas de sanidade animal, vegetal, proteção ambiental, pragas urbanas, museologia e história da ciência.

A pesquisadora Simome Prado, da Embrapa Meio Ambiente (Jaguariúna, SP) é uma das organizadoras. Ela irá falar sobre estudos de simbiontes visando o controle biológico de insetos.

De acordo com a pesquisadora, os organismos de maior sucesso na Terra são os insetos devido, principalmente a sua capacidade de se alimentar em dietas com baixos teores de nutrientes, como sugadores de seiva ou sangue. “Os insetos são importantes pois atacam lavouras competindo com os humanos por comida, abrigo, são transmissores de doenças às plantas e aos humanos, ou simplesmente são inoportunos e sujos”.

Sabe-se que os insetos dependem dos microrganismos (simbiontes) que proporcionam nutrientes adicionais requeridos para a sobrevivência dos insetos, continua Simone. Associações entre insetos e microrganismos são de grande importância biológica para seus hospedeiros e podem influenciar na evolução dos hospedeiros. Relações entre simbiontes e insetos são amplamente encontradas na natureza e podem ser obrigatórias para o hospedeiro, para o simbionte, para ambos ou para nenhum dos dois. Pragas de plantas e insetos vetores de doenças estão intimamente associados com simbiontes.

Com o aumento do interesse em entender as associações entre insetos e microrganismos e suas características ecológicas e fisiológicas será possível o desenvolvimento de técnicas específicas de controle biológico visando o controle do inseto sem causar qualquer prejuízo ao ser humano e à natureza.

A programação conta, além da apresentação oral dos trabalhos PIBIC, com ciclo de palestras de produção orgânica, mercado e panorama econômico, produção vegetal orgânica, produção orgânica de aves de carne e postura, de carne e leite e qualidade de alimentos, boas práticas Agro-Ambientais, manejo de pragas e doenças, inovações sustentáveis no cultivo de cana-de-açúcar, produtos naturais para o controle de doenças na agricultura, produção e emprego de Bokashi, biologia molecular na pesquisa agropecuária, Phytophthora infestans, ocorrência de vírus associados a Leprose dos citrus e premiação.

Embrapa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *